Dúvidas, críticas, sugestões ou elogios?
As mensagens serão respondidas entre uma mordida e outra.
09h00 - 18h00

O consumo per capita de cerveja pelo brasileiro é de 62,6 litros e o país é o segundo no ranking global de consumo de pizza, perdendo apenas para os Estados Unidos.  Mas como combinar estas duas paixões nacionais, principalmente agora no verão? O chef Henrique Campos, especialista em culinária italiana no comando do Figurate Italian Food, ensina que uma regra básica, e muito fácil, é combinar o tipo India Pale Ale (IPA), ou seja, as cervejas mais lupuladas, com sabores mais gordurosos de pizza.

Para o chef, a clássica pizza marguerita é ideal para provar com a queridinha do início da “revolução” das cervejas artesanais, a American Pale Ale ou APA. "É uma cerveja refrescante, equilibrada, com aromas cítricos que se misturam com o do manjericão da pizza e um leve amargor que ajuda a equilibrar com a gordura do molho pesto", detalha.

Outra boa dica é para os fãs de pizzas com cogumelos. O chef Henrique Campos explica que o sabor terroso dos cogumelos recebe muito bem os sabores e aromas mais torrados das Baltic Porter ou Robust Porter, que são harmonizações clássicas do queijo gorgonzola. "Outra boa dica é harmonizar embutidos e queijos com cervejas. No menu do Figurate tenho uma pizza com queijo scarmoza e sopressa italiana que é a prova de que os embutidos são perfeitos para servir com a cerveja alemã Rauchbier, feita com maltes defumados que remetem a aroma de fumaça", afirma.

O chef explica que a melhor dica, claro, é escolher a cerveja que a pessoa mais gosta com o seu sabor de pizza de preferência. "Porém, ir além e fazer uma escolha pensada, calculando essa questão da harmonização, pode transformar sabores e tornar tudo ainda mais gostoso do que você já provou em termos de pizza e cerveja", finaliza.